2007-04-10

Manifestação Anti-Autoritária no 25 Abril em Lisboa

Convocatória para uma manifestação anti autoritária,
Contra o Capitalismo, Contra o Fascismo

…/ Dia 25 de Abril, pelas 18 horas apelamos à participação activa num acto de resistência à farsa Nazionalista, que terá início na Praça da Figueira, depois da manifestação do 25 de Abril ter terminado.

Acreditamos que a impunidade e o à vontade com que os vários grupos “nazis” “fascistas” ou ditos “nacionalistas” agem tem de ser combatida aqui e agora, e sabemos que esse não é nem será nunca a tarefa de qualquer polícia ou instituição estatal, pelas suas afinidades e cumplicidades. A nossa denúncia é popular, não judicial.

Como tal, acreditamos que devemos exercer e expandir a autodefesa contra qualquer tipo de agressão por parte desses grupos que fazem o trabalho sujo que os capitalistas não querem fazer. Mas não nos esquecemos que quem financia tais grupos, quem os chama sempre que é preciso amedrontar os oprimidos, são os mesmos que controlam a economia, os estados e semearam a divisão, a desconfiança, a miséria e mantêm-nos presos no nosso medo, divididos nas nossas lutas, e “condenados” à derrota.

E é contra esses que dirigimos a nossa luta, ontem, hoje e enquanto existirem.

Esta manifestação, que é proposta por grupos libertários e autónomos, è aberta à participação de todas as pessoas e ideias que, de uma forma não partidária, desejam expressar a sua revolta e determinação, numa manifestação popular e unitária.

Queremos deixar bem claro que somos e seremos capazes de nos organizar para agir e reagir sempre que necessário. Desejamos que a manifestação seja uma prova de força e determinação, chegando até ao seu final sem problemas nem distúrbios. Mas nunca renunciaremos ao nosso direito de autodefesa.

Sabemos que ninguém é invencível, nenhum império, nenhum estado, nenhuma força de repressão, mas também sabemos que nada cai por si só.

Participemos todos na manifestação, activamente; os dias não estão para divisões, nem para apatia.

Dia 25 de Abril, unidos e organizados sem partidos nem estado. …/

6 Comments:

Anonymous Anónimo said...

contra o fascismo porque???

5:56 da tarde  
Anonymous Natasha [natty_1977@hotmail.com] said...

Mas que repressão?! E que autoridade?! Não precisamos de autoridade para viver em perfeito estado democrático? Quando estiverem no poder já não vão pensar assim...

6:14 da tarde  
Anonymous Anónimo said...

Contra o fascismo porquê???!!!! Simplesmente porque vai haver uma reunião de partidos fascistas em Lisboa uns dias antes. Com a silencio cúmplice do nosso "estado democrático".

12:16 da tarde  
Blogger Sardera said...

essa do porquê ser contra o fascismo, nem respondo, por me parecer tão óbvio para quem visita este blog. Sou amante da liberdade, pelo que terei que ser anti-fascista.

Em relação ao outro comentário... Autoridade e democracia parecem-me conceitos opostos. Portanto, para viver em perfeito estado democrático, precisamos de muitas coisas, mas não de autoridade. A não ser a autoridade que um sapateiro tem no que diz respeito ao arranjo de sapatos (e que eu nunca poderei pôr em causa).

Por ser amante da liberdade e por acreditar que, sem igualdade não há liberdade, nunca poderei aspirar ao poder, uma vez que este (ao implicar que exista quem mande e quem obedeça) não se coaduna com a noção de igualdade.

4:50 da tarde  
Anonymous Filipe said...

acredito na liberdade... mas a liberdade q dá direito a fazer o q se quer desde atirar latas cheias de tinta, durante a vossa manifestação, às pessoas que comemoram a liberdade do 25 de abril pacissificamente, esta não… este tipo de liberdade não acredito...

9:23 da tarde  
Blogger Sardera said...

A manifestação não era "minha". Ou seja, não lhe podes chamar "vossa" quando falas comigo. Atirar latas cheias de tinta a pessoas que se manifestam pelo 25 Abril não é também a liberdade que eu amo.

Mas acho que te devias preocupar ainda mais com a actuação dos agentes da autoridade...

5:40 da tarde  

Enviar um comentário

<< Home